Não é mais um besteirol americano [alerta global]

nao e mais um besteirol americano

Realmente, conforme o comentário do post anterior, podemos concluir que além dos EUA serem os reis do marketing. No final, de alguma forma eles conseguiram substituir o Al Gore (que desistiu de ser presidente dos EUA) e coloram a família (hollywood) perfeita do Obama (espera as filhas virarem adolescentes e começar a andar com más companhias como a Paris Hilton).

O fato do Obama declarar que os EUA é hoje “amigo” do mundo islâmico, mostra o jogo de cintura do presidente em fazer (ou desfazer) alianças para o futuro com (antigos/novos) amigos e (novos/antigos) inimigos. Pois com certeza devem jurar o Obama de morte, visto que ele não quer nem ajudar as próprias montadoras americanas (aliás os americanos se deram conta de que isso é um tiro no pé? Pois se o Obama não ajudar as montadoras os próprios americanos ficam sem emprego?), os bancos americanos estão na pindaiba, eles dependem do petróleo dos parentes do Osama (Bin Laden) para abastecer os SUVs deles até encontrarem fontes alternativas de energia e até chegaram a aumentar o tempo do visto americano para os brasileiroas para 10 anos (pra gente ir lá fazer umas comprinhas na Woodbury)… então chegou no momento conveninente dos EUA dizer que é amigo de todos e não quer ficar mal com ninguém…

Será que podemos dizer que o Obama é uma verdade inconveniente para o mundo? E no final somente uma grande conveniência americana??

Como você pode ler no comentário abaixo sobre o filme do Al Gore: Chocantemente Fascinante. Totalmente.”

É isso, quem viver verá… mais um grande besteirol americano!!!

uma-verdade-inconveniente

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Não é mais um besteirol americano [alerta global]”

  1. Fefa Says:

    Hoje o Congresso americano votou o plano de recuperaçao da economia. Valendo USD 825 bilhoes, teve a favor 244 contra 188 sem nenhum voto republicano. Mas isso nao é o mais importante, ainda que deva ter gente pacas respirando aliviada a respeito disso. O mais importante é o anúncio do site Recovery.gov (http://www.recovery.gov) que deve ir ao ar nos próximos dias. Nao faz dez dias que ele tomou posse e Obama já está em velocidade máxima a caminho de provar sua plataforma de ‘Change’ e ‘Yes, we can’.

    No documento do plano de recuperaçao, que tem quase 650 páginas, o Recovery.org é descrito como um website que deve publicar materias explicando o que o ‘American Recovery and Reinvestment Act’ significa para os cidadaos – “As materiais devem ser fáceis de compreender e atualizadas regularmente… O website deve apresentar informaçoes econômicas e financeiras relevantes, sobre fundos e contratos em formato amigável para o público…”. Ou seja, transparência máxima sobre como o dinheiro público está sendo investido, além da oportunidade para as pessoas – leia-se os eleitores – comentarem a respeito do que vai sendo feito.

    Se eu já era fã do Obama, a cada dia sou mais. Tô quase mandando meu currículo pra equipe dele, pra ver se querem uma estagiária. Seu governo, eu espero, vai ensinar uma liçao – já está ensinando – a governos no mundo todo. E, se alguma empresa quiser aproveitar pra aprender um pouquinho também…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: